Home Destaque Manaus, uma cidade realmente inteligente
Manaus, uma cidade realmente inteligente
2

Manaus, uma cidade realmente inteligente

0
2

As chuvas que atingiram Manaus nesta terça-feira, dia 27, retratam um pouco o mosaico da cidade que o prefeito Arthur Neto (PSDB) está entregando à população justamento no momento em que parte para mais quatro anos de mandato: uma cidade que não suporta a um tempo que é comum na região nesta época do ano.

As águas transformaram em lama a demagogia do discurso de campanha que falava em cidade inteligente, virtual, e mostraram a imensa ignorância do poder público sobre a Manaus da realidade.

Elas também caíram como indagação que busca saber para onde foram os 500 quilômetros de drenagem profunda que o prefeito disse ter feito em quatro anos de governo.

As cenas desta terça-feira, se não suscitassem drama, dor e sofrimento de desabrigados e a angústia de uma Manaus que se arrasta em dias de chuvas, poderiam servir também de ironia, a começar pela casa que flutua e as inundações que não encontram um quilômetro do dreno que certamente já foi pago.

Pior do que testemunhar a realidade é vê-la distante de solução, pois, enquanto as chuvas mostram o que a cidade precisa, a gestão pública continua divorciada dela e falando numa Manaus fictícia, virtual e fantasiosa, que a chama de inteligente.

Mais inteligente, talvez, neste momento, seria tentar compreendê-la, e as chuvas de hoje podem ser uma boa razão para se conhecê-la de forma realmente inteligente.

 

Leia mais

Seis horas de chuva, um dia de angústia

 

Fotomontagem: BNC

Comment(2)

  1. Dragar os igarapés como fazia antigamente o DNOS é a solução, os igarapés estão cheios de lixo e lama acumulada por décadas de descaso. Somente fazer drenagem não resolve o problema, é preciso dragar os principais igarapés da cidade.

  2. Boa parte das cidades não estão preparadas para 6 horas de chuva, ainda mais porque em Manaus boa parte dos problemas são causados pelo povo, não todos, pois jogão lixo nos igarapés, fazem casas em área de risco entre outros, mas nunca existirá políticos perfeitos, mas é necessário sempre usar tragédias causadas pela natureza a alguém.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close